Notícias


Conheça a Doença de Ménière

11/09/2019

Atualmente, a poluição sonora e outros ruídos presentes em nosso cotidiano estão contribuindo cada vez mais para a manifestação dos problemas auditivos. Além disso, hábitos relacionados ao estilo de vida da população, como ouvir com fones de ouvido em volume excessivo, podem potencializar os sintomas e acelerar o processo da perda auditiva nos pacientes. 


Além dos fatores externos, há vezes em que as alterações do próprio organismo acabam prejudicando a audição de forma severa, como é o caso da Doença de Ménière. Até o momento, não existe uma comprovação da sua causa específica, no entanto é sabido que esse problema possui uma relação com traumas acústicos e doenças como diabetes, hipertensão, enxaqueca, reumatismo, alterações da tireoide e processos infecciosos.

Quais são as características da doença?

De uma forma geral, a Doença de Méniére é caracterizada pelo aumento da pressão da endolinfa (líquido existente no labirinto do ouvido interno), e seu nome é uma homenagem ao médico francês Prosper Ménière, que foi o primeiro a descrevê-la, ainda no século XIX. Entre os principais sintomas manifestados, é possível destacar zumbidos, sensação de ouvido abafado e perda do equilíbrio corporal aliado a náuseas e vômito.

De acordo com especialistas, esses sintomas podem se apresentar de maneira conjunta ou isolada, dependendo do quadro do paciente, sendo sua manifestação mais comum em pessoas entre 20 e 50 anos de idade. Além disso, a Doença de Ménière afeta apenas um dos ouvidos, sendo considerado extremamente raro aparecer em ambos.

Como é o diagnóstico?

A Academia Americana de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço estabeleceu alguns critérios para o diagnóstico da Doença de Méniére. São eles:

- Diminuição da audição, constatada por meio da audiometria;

- Duas ou mais crises de vertigem;

- Zumbido ou sensação de pressão no ouvido;

- Exames audiométricos e a entrevista com um especialista, que são de suma importância para agregar maior precisão ao parecer médico.

Como tratar a Doença de Ménière?

Quando diagnosticada, em um primeiro momento, são utilizados medicamentos específicos, a fim de controlar os sintomas e a pressão do líquido. Quando o zumbido e as crises de tonturas surgem com frequência, é indicado que o paciente faça uso de um aparelho auditivo. Além disso, em casos mais graves pode ser necessário um método cirúrgico, conforme indicação médica.

Em todo caso, assim que houver a manifestação dos primeiros sintomas, é importante procurar um especialista para garantir maior eficácia ao seu tratamento.

Solicite uma avaliação. Estamos à disposição para ajudar você!