Notícias


Perda auditiva unilateral

03/08/2020
 Perda auditiva unilateral é quando a pessoa possui perda de audição em qualquer grau em somente um ouvido. Há pessoas em que os exames evidenciam surdez total em um dos ouvidos e outras em há uma diminuição da capacidade de detectar os sons.
Ouvir menos em um dos ouvidos causa prejuízos para qualidade de vida e para comunicação. Se você tem dificuldade para conversar ao telefone em um dos ouvidos, percebe diferença na audição ao utilizar fones de ouvido ou sempre se vira para um lado quando conversa com alguém é de suma importância realizar avaliação com otorrinolaringologista e fonoaudiólogo. Caso seja diagnosticada a perda de audição os profissionais irão propor o tratamento adequado conforme a causa, tipo e grau de perda auditiva. Podendo o tratamento ser cirúrgico, medicamentoso e/ou proposta a reabilitação auditiva com uso de aparelhos auditivos ou outras próteses auditivas.
A literatura demonstra que cerca de 45% das perdas auditivas neurossensoriais unilaterais são congênitas, ou seja, desde o nascimento. Outras causas de perda auditiva unilateral são: traumatismo craniano com lesão das estruturas que compõe o sistema auditivo (acidentes), surdez súbita, meningite, schwannoma vestibular (neuroma acústico), síndrome de Ménière.
Impactos da perda auditiva unilateral
A falta da chegada de estímulos sonoros em um dos ouvidos compromete o processamento auditivo central, com prejuízo das habilidades auditivas para adultos e crianças. A capacidade do sistema auditivo reconhecer as informações sonoras espaciais depende principalmente da detecção e interpretação de sinais vindos bilateralmente, ou seja, diferenças na hora de chegada ou no nível do som entre os dois ouvidos. Além disso, há diminuição da percepção dos sons em geral. Com dois ouvidos o efeito de somação melhora a percepção dos sons em aproximadamente 6dB. A perda auditiva unilateral gera então prejuízos para se localizar de onde vem o som e dificuldades para a compreensão da fala, principalmente em ambientes ruidosos. As perdas auditivas unilaterais têm sérias implicações para o desenvolvimento educacional e consequências para o convívio social, por isso é essencial o tratamento. A capacidade do sistema auditivo reconhecer as informações sonoras espaciais depende principalmente da detecção e interpretação de sinais vindos bilateralmente, ou seja, diferenças na hora de chegada ou no nível do som entre os dois ouvidos.  Além disso, há diminuição da percepção dos sons em geral. Com dois ouvidos o efeito de somação melhora a percepção dos sons em aproximadamente 6dB. A perda auditiva unilateral gera então prejuízos para se localizar de onde vem o som e dificuldades para a compreensão da fala, principalmente em ambientes ruidosos. As perdas auditivas unilaterais têm sérias implicações para o desenvolvimento educacional e consequências para o convívio social, por isso é essencial o tratamento. 
Venha visitar o Instituto Ouvir e faça uma avaliação auditiva conosco !